Nossa casa - Melhor lugar do mundo

Imagem daqui

Essa imagem eu já havia postado aqui logo no começo do blog. Eu sou apaixonada por ela, não me perguntem o motivo, que não saberia responder. Talvez seja pela simplicidade.

Eu tenho uma opinião formada, que não é preciso ter muito pra ser feliz.

Eu tenho um pequeno apartamento no Brasil, como já falei algumas vezes aqui. Lembro-me que não foi fácil comprá-lo. 

Quando saíram as primeiras inscrições para a  carta de crédito da CEF, eu me inscrevi no último dia. O rapaz que trabalhava comigo, nessa época era o "office boy" da Empresa, me perguntou se eu não iria me inscrever. Peguei o formulário, preenchi e enviei.

Quando saiu a primeira lista no jornal, eu estava na minha sala super concentrada no meu trabalho, quando a amiga da sala ao lado me chamou pra ajudar a procurar o nome dela, pois ela tinha certeza que seria sorteada. Eu fui ajudar, e confesso que não estava procurando o meu nome. Quando de repente eu vi o meu nome na lista. Quase desmaiei de emoção. E foi uma festa no escritório. O André, o boy amigo, era sorriso puro, pois ele foi que me deu o último empurrão.

Todos que se inscreveram foram sorteados bem mais tarde. Lembro-me que orávamos uns pelos outros, e todos nós conseguimos comprar a nossas casinhas. 

O valor da carta de crédito era muito pequeno, mas mesmo assim eu não desisti. Foi um tempo de muita luta. Eu não tinha nenhuma reserva de dinheiro e precisava juntar na época quase o dobro da carta. Fiz acordo com a Empresa, vendi férias, 13º de anos à frente, que eu nem sabia se estaria lá para pagar, mas eles confiaram em mim e me ajudaram.

Lembro- me que meu par de chinelos rebentou e eu não tinha dinheiro para comprar outro; acho que jamais esquecerei disso.

Foram seis meses de luta até eu pegar as chaves do meu apartamento. Depois de ver mais de cem imóveis, quando dei entrada, os próprios funcionários não sabiam como lidar com a documentação. Gastei muito dinheiro com certidões, e quando enviava uma, eles pediam outra. Quando eu voltava com a nova, as outras já tinham vencido. Muitas lágrimas rolaram nesse período.

Chegando no limite de minha resistência, o gerente me chamou e disse que precisava de mais documentos. Nesse dia eu não suportei. Olhei nos olhos dele e disse que eu não aguentava mais tanta pressão, e que não era justo. Parei a agência bancária. Não fiz escândalo (aliás acho que nunca fiz isso na minha vida), mas disse à ele, que não sairia da agéncia sem uma solução. Ele ligou até para Brasília, fez tudo que pode fazer, e no final me pediu mais um tempo para analisar a documentação.

Confesso que estava muito cansada e desanimada, quando eu tive um sonho. Fui dormir chorando e muito triste. Sonhei com Nossa Senhora de Aparecida. Ela me disse no sonho pra eu ficar tranquila que tudo estava pra ser solucionado.

No dia seguinte a primeira ligação que recebi no escritório foi da funcionária do Banco dizendo que havia sido aprovada a documentação do apartamento e já estava até marcado o dia da escritura.

O financiamento foi de 20 anos, parecia uma eternidade, mas eu enfrentei. Na metade do tempo eu conseguir quitar todo o financiamento.

Todos os dias eu agradeço a Deus por ter me concedido essa graça.  Eu tenho uma casa, eu tenho o meu cantinho.

Aqui onde vivo, na Nova Zelândia, moro numa casa grande, com um jardim enorme, e muito verde à minha volta. Nada me falta, sou feliz aqui, mas minha casa é aquele apartamentinho humilde e pequeno, que eu comprei com muitos... muitos anos de trabalho e dedicação.

A nossa casa pode ser igual ou até mais simples que essa da imagem, mas é nossa, e não existe lugar melhor no mundo que o nosso cantinho.

Não sei por que escrevi isso tudo, nada disso estava programado. Deve ser saudade do meu cantinho. Risos

Eu nunca desisto de meus sonhos.

Tenham um abençoado dia.

47 comentários:

  1. BOM DIA lUCINHA,AMEI CONHECER MAIS UM POUQUINHO DE VC,PRA MIM VC É UMA LUTADORA UMA MULHER DE FIBRA COMO SE DIZ POR AQUI,EU TAMBÉM ACHO QUE NÃO PRESCISAMOS DE MUITO PRA SER FELIZ ,A GENTE É O NÃO FELIZ ISSO INDEPENDENTE DE BENS MATERIAS,NÃO É VERDADE?BEIJOS MINHA QUERIDA AMIDA FICA COM DEUS

    ResponderExcluir
  2. Relato emocionante, minha amiga! Que luta e que fibra! E tudo sozinha? O resultado só podia ter sido esse: a vitória nas orações. Deus se faz presente a quem O obedece, a quem Nele confia. Ele nunca nos abandonará! Eu só lhe digo: parabéns! Meu abraço cheioo de carinho e admiração!

    ResponderExcluir
  3. Olá,Lucinha!!

    Amei o que li...cada linha de persistência e coragem me ajudou a continuar acreditando!!
    Quero muito comprar uma casa, ter um canto tranquilo!(moro no mesmo pátio que a minha sogra, nos damos bem, mas sinto falta de mais privacidade).
    Morei uns dois anos, antes de casar, com a minha irmã num apartamento...foi a primeira vez na vida que me senti em casa!E sinto falta daquela sensação de tranquilidade, liberdade...
    Obrigada!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Lucinha,
    Amei o post. Adoro histórias de vida, assim lendo vejo que posso sonhar e um dia realizar também um sonho. Fiquei lendo o seu post e vendo como no Brasil se pede documentos e que de um mês para o outro acaba a validade. Um verdadeiro absurdo. Só quem ganha com isso são os cartórios. Afff.... Chega a me doer no coração como nosso país é burocrático e não facilita nada para a população normal, trabalhadora!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  5. Realizar um sonho é benção.A simplicidade é a mãe da felicidade.
    Linda casa e imagine lá dentro...
    Lucinha meu beijo

    ResponderExcluir
  6. Que lindo isso,Lucinha! E imagino a alegria que vais ter ao rever o teu cantinho.

    É bem assim mesmo, o que importa é nos sentir EM CASA ... Lindo, cheio de coisas boas podemos ter mas a simplicidade e o que sentimos com o coração em nossos cantinhos é que falam mais alto.

    Linda imagem que também adoro@ beijos,chica

    ResponderExcluir
  7. Oi Lucinha querida, quase cheguei às lágrimas lendo sua história. Também já passei por isso e quase desisti porque não aguentava mais ir ao banco e o gerente torcer o nariz e dizer que falta mais uma certidão. Mas, como você, não desisti e acho que é por isso que damos tanto valor às nossas casinhas, modestas ou suntuosas, mas é a NOSSA CASA e lá que abrigamos nossos filhos, do frio ou da chuva.
    Beijos,

    ResponderExcluir
  8. Lucinha, essa é uma história de perseverança que me comoveu.
    Sempre lutei pelos meus sonhos e acredito que quem não desiste, acaba por concretizá.los.
    Fique bem, minha linda.
    Beijo
    Nina

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida
    Isso mesmo, menina!!!
    Desistir de sonhar é vegetar...
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  10. Oi querida,
    É muito bom mesmo ter um cantinho por mais humilde que seja , para chamar de nosso!
    Beijos,
    jud-artes.

    ResponderExcluir
  11. Lucinha que saudade estava de você! Não te esqueço jamais, mas a correria do dia-a-dia, afazeres, centenas de comentários, caixa de e-mail cheia... nossa! Fica cada vez mais difícil visitar todas com frequência.
    Fiquei feliz em ver que você me citou no post aí de baixo como sua incentivadora no mundo das costuras.
    E tá mandando bem, hein?
    Gosto também de saber que ouve os links com os louvores que deixo. Se pelo menos fizer bem para 1 pessoas, já fico feliz.

    Que história emocionante, o seu apartamento foi um presente de Deus. Escreva sim, foi bonito, foi gostoso de ler. Concordo quando diz que não é preciso muito para viver feliz e a imagem também me atrai muito. Me atrai porque me lembra minha infância, vida simples de sítio, casa da minha vó... Quando resgatamos nosso passado, vivemos o presente como realmente somos.

    Um lindo dia para você!
    Muito beijos ♥

    ResponderExcluir
  12. É isso aí. É só não desistirmos dos nossos sonhos. Um dia eles vêm. Abraço

    ResponderExcluir
  13. Lu querida, me emocionei comm seu post, chorei de felicidade por ti.
    Eu acredito que tudo que conseguimos com muito esforço é aquilo que mais valorizamos!
    Parabéns por sua força e garra, você é admirável!
    Beijosssssssssss
    Vero

    ResponderExcluir
  14. Gostei demais de ler tudo isso. Sempre pensei que tudo que se consegue com esforço próprio tem um valor muito grande.
    Vou te contar uma faceta da minha vida. Quando fiz faculdade, pegava 7 ônibus por dia. Saía de casa às 5:30h e voltava às 21:00h para estudar e trabalhar. Claro que isso fez toda a diferença na satisfação de concluir os estudos e trabalhar...
    E não precisamos de muita coisa pra ser feliz, decididamente!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. entendo, foi assim com meu terreninho em cravinhos!

    ResponderExcluir
  16. Lucinha, eu adorei a sua história. Os blogs nos tem revelado. Encontramos a forma de dizer ao mundo o que sentimos. Eu chamo os meus, de diários virtuais, coisa que nunca tive na vida, agora tenho, diário.
    O que você disse é verdade, nada no mundo vale mais do que o nosso cantinho. Assim é o meu, muito simples, precisando de ajustes, mas, aqui que me sinto bem. Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Que história maravilhosa! Parece tanto com a minha... Eu consegui comprar a casinha esse ano... Financiada e com meus próprios recursos/lágrimas/esforços... Toda vez que entro nela, me sinto abraçada pela casinha... não sei explicar. E todos os dias tenho uma coisinha nova pra ela, me sinto presenteando alguém especial, não é que eu esteja adorando ela, mas é que quando me lembro da casinha me lembro do cuidado de Deus... e só eu sei o que sinto! Deus é Maravilhoso nas nossas vidas! Estava com mta sdd de vc, Lucinha! Fica na Paz!

    ResponderExcluir
  18. Olá Lucinha,
    Quando comprei a minha casa passei por tanta coisa idêntica, montes de burocracias, noites mal dormidas...sabe, essa história também podia ser a minha, só muda o final, é que eu hoje vivo no meu apartamento, pequeno, humilde, mas sem dúvida o melhor lugar do mundo.

    Um abraço de amizade
    Paula

    ResponderExcluir
  19. Amiga Lucinha,
    Um relato cheio de emoção que me comoveu.
    Só quem consegue fazer um enorme esforço e muitos sacrifícios para ter o seu cantinho entende este seu desabafo, além de ser um enorme exemplo de humildade.
    Também estou muito agarrada ao meu apartamento onde habitamos há trinta e cinco anos mas ainda não desisti de um outro sonho. Uma casinha tal como a que mostra na sua mensagem.
    Neste momento além de saúde era também um local assim que gostaria para poder descansar dos ruídos da cidade.
    Não devemos desistir de sonhar.
    Lucinha, muita obrigada por esta linda partilha.
    Desejo-lhe continuação de uma excelente semana.
    Beijinhos.
    Ailime

    ResponderExcluir
  20. OLA QUERIDAAA...EU TBM ADOREI ESSA CASINHA, E TENHO A MESMA OPINIÃO...MESMO TENDO POUCO TEMOS QUE AMAR O QUE SE TEM...DEUS NOS DÁ AQUILO QUE MERECEMOS...GRAÇAS A DEUS TENHO AGORA DEPOIS DE TANTO TEMPO UMA CASA NA PRAIA DE PONTA NEGRA (MARICÁ) RJ.QUE ERA NOSSO SONHO...ELA É NOSSO TESOURO...ESTAMOS QUERENDO MORAR DIRETO LÁ...MES QUE VEM VAMOS PINTÁ-LA POR DENTRO E FAZER UNS PEQUENOS REPAROS....MAS A VIDA É ASSIM...QUANDO MENOS SENTIMOS DEUS NOS DÁ A CERTEZA QUE ELE EXISTE MESMO...FIC COM DEUS...UM GRANDE BEIJINHO...ETÉLIA...

    ResponderExcluir
  21. Lucinha, adorei ler sua historia.....beijos

    ResponderExcluir
  22. Oi Lucinha,

    Saudades de passar por aqui:) Adorei ler um pouquinho mais sobre vc. Parabens pelas suas conquistas amiga, sempre forte e batalhadora.
    A casinha da foto e linda!!!
    Deus e contigo !!

    bjinhos

    ResponderExcluir
  23. Bom dia ,boa tarde rs meu beijo Lucinha!

    ResponderExcluir
  24. Olá,Lucinha!!

    Deixo um beijo e votos de um ótimo dia!!

    ResponderExcluir
  25. passei pra dizer...tenho saudades...muitas!!! bjs

    ResponderExcluir
  26. Bom dia
    Agradeço e retribuo sua visita. Adorei seu espaço e retornarei. A imagemm do seu post é bonita e singela, traz femilidade e, tudo indica, saudade dos tempos da sua dificil conquista. Lindo.
    bjs

    ResponderExcluir
  27. SAUDADES!LUCINHA AMEI SUA HISTÓRIA E ME FEZ LEMBRAR UM POUCO DA MINHA,TAMBÉM PASSEI POR LUTAS, SEI O QUE É SOFRER NA PELE! MARIDO DESEMPREGADO, FILHOS PEQUENOS,SEI O QUE É NÃO TER MISTURA A MESA! LEMBREI-ME DE QUANDO COMPRAVA UMA CAIXA DE HAMBURGERS PRA DURAR A SEMANA, ESTA ERA A MISTURA BOA!DEIXAVA PARA MEUS FILHOS E EU COMIA O QUE SOBRAVA!
    A PRIORIDADE ERAM ELES!QDO FIQUEI SEM LUZ, ACENDIA AS VELAS E CONTAVA HISTÓRIAS PRA ELES NACAMA ANTES DE DORMIR, NUNCA DEIXEI PERCEBEREM O QUE ME PASSAVA NO CORAÇÃO, O MEDO, A PREOCUPAÇÃO DE COMO SERIA O AMANHÃ!
    SENTI NA PELE, O QUE É UM FILHO, SENTIR VONTADE DE COMER ALGO E VC NÃO TER EM CASA, COMO POR EX: BOLACHA RECHEADA! É SÉRIO, O DINHEIRO ERA CONTADINHO, PARA PAGAR AS CONTAS E COMPRAR O BÁSICO DOS BÁSICOS! MAS TUDO PASSOU HOJE AS CRIANÇAS SÃO ADULTOS, QUE SÓ ME DÃO ALEGRIAS, FAZEM UNIVERSIDADE EM UMA DAS MELHORES DO PAÍS! A MINHA MESA É FARTA!! NADA ME FALTA!
    A CASA ABRIGA, E EM CADA CASA HÁ UMA HISTÓRIA DE VIDA!UM BEIJO AMEI A POSTAGEM!
    QDO PUDER CONHEÇA MEU NOVO BLOG ,ESSE É O LINK:
    http://dejoelhosdiantedopai.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  28. Lu vc me emocionou,é tão bom a gente ter fé. É tao bom a gente ter uma referencia de lar...é tão bom saber que vc mesmo tendo uma vida confortavel, feliz não esquece de sua origem.

    Um super abraço.

    Margoh

    ResponderExcluir
  29. Lucinha, você foi muito generosa em dividir essa história conosco. Obrigada. Passei por poucas e boas, sei como essas coisas marcam a gente.
    Um grande beijo pra vc.

    ResponderExcluir
  30. olá sou do blogueiras unidas meu numero e o 175 e estou aqui para conhecer e seguir os blogs cadastrados adorei seu blog já estou te seguindo ,quero te convidar para conhecer meu cantinho tambem bjs http://marcelaminhasartes.blogspot.com

    p.s se você já for minha seguidora, desculpe é que estou refazendo a lista do blogueiras.

    ResponderExcluir
  31. Oi Lucinha
    Imagino que esta fase de sua vida foi muito difícil, com isso a vitória se torna maior. Infelizmente, a burocracia para se conseguir a casa própria ainda continua. Mas, o importante é que você conseguiu com a ajuda abençoada de Nossa Senhora e vai retornar ao seu cantinho e vai ser muito feliz.
    Beijos no coração

    ResponderExcluir
  32. Querida, fiquei feliz e mais íntima com a sua história. Agora você e cada uma de nós ficou mais unida. Parabéns pela coragem. Que Deus te abençoe. Fique com meu carinho, minha admiração e muitos beijos.

    ResponderExcluir
  33. Oie Lucinha, que post lindo :) eu concordo com vc tbm, pois nao tem lugar melhor no mundo que a casa da gente, ainda mais conquistada com tanto sacrifício neah?

    bjiimm e ótima 4ª feira

    http://meuamorpaquistanes.blogspot.com

    http://muslimahfashionn.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  34. Lucinha
    Com sua forma de escrever hoje, vivi cada pedacinho da história contigo e vibrei quando deu certo!!
    Me senti dentro da tua história, muito legal!
    Não importa o tamanho e a quantidade das conquistas, a primeira sempre marca, né?
    Um beijo gigante!
    Susie

    ResponderExcluir
  35. QUANDO INICEEI MINHA VIAGEM PELO MUNDO ATRAVÉS DA BLOGOSFERA
    MEU DESEJO SINCÉRO E PURO FOI SEMPRE LEVAR A PAZ ,.
    ENTRE BLOGUEIROS E PAISES SE POSSIVEL DO MUNDO INTEIRO.
    UMA VEZ QUE HOJE TODOS OS BLOGS TEM TRADUTOR.
    CONTINUO MINHA VIAGEM ,NÃO DESENCORAJO É UMA VIAGEM INTERESSANTE.
    TENHO COLHIDO AMOR, AMIZADE ,SOLIDARIEDADE ENFIM UMA EXCELENTE VIAGEM.
    ME DE SUAS MÃOS CAMINHE COMIGO.
    MAIS SEMANDO AMOR NUNCA SEMEEI ESPEPINHO.
    SÓMENTE ASSIM COLHERÁ COMIGO OS MAIS BELOS LIRIOS.
    DEUS ABENÇOE SUA TARDE E A MINHA TAMBÉM.
    BJS NO CORAÇÃO.
    EVANIR
    Pense Em Deus** Pense No Amor

    ResponderExcluir
  36. Querida Lucinha!
    Impossível a gente não se emocionar com este teu sensível e sincero relato de tua estória. Mas ao mesmo tempo, a gente se encanta com o valor da tua persistência e a tua fé. È verdade,minha amiga, com a força da nossa fé tudo é possível... Na Palavra de Deus está escrito " Por acaso existe algo impossível para Deus?" E é na força do Senhor que enfrentamos e vencemos muitas batalhas.
    Mas sabe,Lucinha, nós aqui em casa sabemos bem o significado de tudo isso que você passou para a conquista da tua casa... Também passamos por um processo semelhante, e conseguimos comprar a nossa casa de forma milagrosa. E a nossa estória é um bocado longa... Quem sabe um dia, consigo contá-la também ?
    E o que eu acho mais triste de tudo é saber o quanto é tão difícil para o povo brasileiro em geral, ter a sua casinha própria de forma digna e tranquila... E sem opções melhores de moradia, o que vemos são muitas famílias morando de forma precária e em zonas de risco, que constantemente se vêem ameaçadas por enchentes ou desabamentos...
    E por todas essas dificuldades, a maioria dos brasileiros entende, muitas vezes na pele, o valor de conquistar o seu querido cantinho.
    Por isso,querida amiga, te parabenizo pela tua estória bonita, de gente que nunca desiste e nem perde a fé, mas olha com esperança para o futuro, e nunca perde a visão dos seus sonhos!
    Meu abraço grande e carinhoso no teu generoso coração!
    Teresa
    ("Se essa lua fosse minha")

    ResponderExcluir
  37. Lucinha...amei o que vc escreveu. Senti que saiu do seu coração.
    Olha..como é bom ter um sonho realizado!
    Sei muito bem o que vc sentiu!!

    ResponderExcluir
  38. Oi querida
    Gostei desta postagem...nossa casa é mesmo o melhor lugar do mundo, pode ser simples, pequena, (como a minha) mas é o nosso lar, onde deve reinar a paz e o amor.
    é para isso que lutamos sempre, não é?
    bjs
    Tina (MEU CANTINHO NA ROÇA)

    ResponderExcluir
  39. Oi Lucinha!
    Que lindo depoimento!
    Realizar sonhos é motivador!
    Nos faz sentir capazes de mais e mais. Um porto seguro chamado lar é tudo de bom!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  40. Lucinha tudo bem..? é verdade oque disse e concordo com você...Não é preciso ter muito para ser feliz e adorei a foto da casinha que você admira,muita simplicidade...
    Ter uam casa e compra-la com todo esforço tem uma importância grande na vida da gente..tem valor....aind anão realizei este sonho..moro de aluguel,mas quem sabe um dia..
    muitos beijosss
    titi

    ResponderExcluir
  41. Oi Lucinha.
    Minha admiração por vc é grande e a cada vez, só aumenta mais. Parabéns a vc por toda a sua luta e no final seu prêmio.
    A casinha da foto é linda! Queria tanto uma assim para mim. Pois moro com a minha filha na casa dos meus pais.
    Bjosss
    Fique com Deus e tenha um feliz fim de semana!

    ResponderExcluir
  42. Minha amada Lucinha,só hoje vi esta postagem(nome feio prá designar algo tão lindo)este texto/poema repleto de lirismo e emoções e fiquei a pensar...que bomque vc realizou o seu sonho...quando é que pretende vir ao Brasil?Tô na fila prá te conhecer,viu?
    Querida,continue assim,nunca desista de nada,porque só assim se vive plenamente.Vc é uma guerreira,menina linda!!!
    Bjssssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  43. Nada como a casa da gente...nossa de verdade.Nós tivemos a sorte de ter algumas terrinhas por aqui e fizemos tudo na base da troca...Troca um terreno por material, mais um para construção...e assim se vai.Hoje temos a nossa casinha e com muito verde..Nunca desistir dos sonhos, pois eles são importantes na nossa vida.
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  44. Lucinha que historia em!!Agora e eu que estou aqui na luta chorando e orando esperando a minha casinha...
    Mas lendo sua historia de final feliz me veio uma duvida...Como vc foi para ai em Nova Zelandia com sua casinha aqui??Bjkas amiga.
    decorehouse

    ResponderExcluir
  45. Olá Lucinha! quero dizer a você que tive uma doce e agradável surpresa ao encontrar seu blog! Fiquei muito feliz com tudo que ví. Que Deus te abençoe e já vou seguir rsrsrs.Quando tiver um tempinho me faz uma
    visitinha: cantinho da galega.blogspot.com
    Um lindo fim de semana pra você e sua família

    ResponderExcluir
  46. Que linda história!!!
    Eu tinha meu apartamentinho no Brasil, estava minha cara, tudo ali comprei e ainda estava pagando quando vim pra Irlanda, mas acabei vendendo e me arrependo um pouco. Comprei um terreno em Portugal e até agora não conseguimos construir, não queremos muita coisa, um quarto, cozinha e banheiro, pra nós é o suficiente...temos um deposito com algumas coisas~, meu jardim e plantas, horta e pomar rs hoje é o lugar que mais amo...não vejo a hora de ir pra lá...
    Beijinhos
    Sheila
    http://www.vidasuculenta.blogspot.ie/

    ResponderExcluir

Visualizações

Arquivo

Categorias