Há amor em mim - Blogagem Coletiva

Essa é a minha participação na Blogagem Coletiva que comemora o 3º aniversário do blog Um pouco de mim, da Elaine Gaspareto
Aproveito para parabenizá-la pelo maravilhoso trabalho. Que Deus abençoe muito a sua vida e sua família.

Meu coração ficou muito tocado a participar pelo título. Achei que não daria tempo de preparar. Como a Elaine estendeu o prazo para as publicações até dia 01/10, eu decidi participar.
 Então vamos à minha humilde participação.


Há poucos dias atrás, eu acordei muito sensível. Tudo me fazia chorar. E quando isso acontece, é a saudade que aflora dentro de mim.

Fui caminhar e parei pra descansar em cima de um tronco de árvore caído. Comecei a conversar com Deus e chorei muito. Uma das perguntas que fiz a ele foi; onde eu vou colocar esse amor que transborda em meu peito, para quem vou dá-lo? E vocês vão entender o motivo no decorrer do texto.

Eu sou muito carinhosa e gosto de demonstrar meus sentimentos. No convívio familiar sempre foi assim. Sempre fui correspondida pelos meus pais, enquanto era criança, mesmo ao jeito deles. Minha relação com eles e meu irmão é cheia de amor até hoje.

Com minhas filhas e netos não é diferente. Temos uma profunda relação baseada no amor e respeito. Eu falo que "te amo" para eles todas às vezes que nos falamos.

E podemos demonstrar amor com gestos, e não só com palavras.

Não poderia ser de outra forma. Nasci para amar e não para odiar. Foi pra isso que Deus me criou.

E se você não falou ainda para as pessoas à sua volta que as ama. Faça enquanto há tempo.

Só que estou longe de todos há mais de dois anos. Tenho amigos aqui, e sei que posso contar com eles, se precisar. Mas pra chegar ao nível das amizades que deixei no Brasil, vai levar tempo.

Eles são simpáticos e pessoas de muitas qualidades, mas são diferente de nós, falando de sentimento. Pelo menos é o que demonstram. Não sei se nós latinos é que somos sentimentalistas demais. 

Não tem como eu não sentir falta de dar e receber amor e carinho. Claro que a internet encurta distâncias, mas e o calor humano? O abraço, o toque, o olhar?

Amo profundamente como filha, sobrinha, prima, tia, irmã, avó, mãe e amiga. E o amor humano? 

Eu tentei mostrar esse tipo de amor também, mas acho que ninguém me vê. Será que esse grande amor que trago no meu peito, é invisível? Não posso deixar de questionar Deus. E se estiver errada, que ele me perdoe, ou tire isso de dentro de mim.

Há amor em mim Senhor! Pra quem devo dar? Mostra-me!

Meu Deus te amo profundamente! Ai de mim se não fosse o seu amor em minha vida!


Humano Amor de Deus. Pe Fábio de Melo.

39 comentários:

  1. Lucinha! Sempre brilhante nas tuas postagens e colocações.

    Adorei e sei bem quanto amor há dentro de ti pela família, amigos , natureza e tudo mais.

    Esse outro amor? Não espera por Ele pra te mostra.Tem dias e épocas que ELE tá de olhos fechados. Estou no momento de mal com ELe. Acabei hoje pela manhã, excluindo o blog do canteiro interior.
    ELE cometeu uma grande injustiça aqui em casa e isso ninguém vai me convencer do contrário.Pegou a pessoa errada!
    Se fosse em mim, tudo bem, mas não nele...que não merecia.

    Assim, hoje, após quase nada dormir, me sinto explodindo e seria hipócrita se continuasse a falar lá, trechos de outros , de livros, tentando trabalhar o canteiro inteiror.

    O meu agora será trabalhado?

    Sim, e muito, mas com GANA, GARRA, FORÇA que vem de mim e só de mim. E da natureza que há de me ajudar.

    Se depois eu fizer as pazes , tudo bem. No momento, tenho o direito de estar assim.Não sou santa nem quero ser e estou p.da cara,isso sim.

    E sei transformar essa gana em garra pra lutar aqui...

    E depois, vou botar, como uma criança mal educada, a língua pro bichinho...


    E por que tudo isso aqui?//Parece que não cabe,né?

    Mas cabe sim. É o amor que tenho tão grande pelo Kiko que me faz ficar assim...
    beijos,desculpe o desabado( se quiseres podes excluir) chica

    ResponderExcluir
  2. Encantador, como dita o amor. O amor é cheio de querer mais e mais. Deus não vai tirar isso de você, minha querida porque faz parte da sua essência. Ele assim te constituiu e vais perceber com o tempo onde preencher os vazios,, inclusive os de sua alma, com esse intenso amor. Somos carentes, sim e certamente vc saberá onde inundar com seu amor. Parabéns, amiga! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Oi Lucinha também participo da BC: Há amor em mim! Lendo seu texto entendi bem, quando a saudade chega, sentimos um vazio!mas a sua família sente esse amor ainda mesmo que distante! bjs

    ResponderExcluir
  4. Que lindo Lucinha..as vezes me sinto assim,e choro. É como estar com algo nas mãos para distribuir e não saber com quem,mas sei que um sorriso ,um abraço sempre são bem vindos a,té para queles que não temos tanta convivência.
    beijo bom dia

    ResponderExcluir
  5. O amor dentro do peito é um tesouro que devemos repartir, mas só com quem o quiser aceitar, senão serão pérolas a porcos (perdoe a expressão).
    Entendo o seu dilema, a saudade, a solidão, e não tenho palavras de consolo. Poderia lhe deixar um salmo ou simples versículo da Bíblia mas acho que deixo apenas um beijo de carinho. E amo você.

    ResponderExcluir
  6. Oi querida! Adorei a sua participação, na hora certa a sua resposta virá, tenha certeza disso! Sei que não deve ser nada fácil, mas uma hora as coisas se acalmam... ;)
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  7. Lucinha meu amor, senti um nó na garganta agora ao ler teu texto, amiga querida o amor que há em ti é sentido pelos teus mesmo a distancia, sei que nada é compararável ao contato de um abraço, o calor de um toque de mãos. Mas tente amenizar essa dor em seu coração e comece a planejar uma visita ao Brasil urgente!!!
    Não deixe a tristeza e a dor da saudade abater vc, adoro tua felicidade.
    Sinta-se ai abraçada por uma amiga que te gosta muito, e que adoraria te conhecer pessoalmente.
    Bjs em seu coração

    Leila

    ResponderExcluir
  8. Lindo teu post. Essa Eliane é especial fez agente conhecer pessoas maravilhosa com mt amor. Somos a essência de Deus, bjs amiga
    Alânia Teixeira

    ResponderExcluir
  9. Dá pra mim, Lucinha.
    Eu recebo todo o amor que por esse mundo circula sem destinatário.
    Também, como tu, prezo os sentimentos positivos e gosto de o exteriorizar no meu cotidiano.
    Às vezes basta um sorriso, para desarmar um clima tenso.
    Eu sou assim, sem esforço, é a minha índole.
    Por isso, repito, dá pra mim esse amor que se acumula no teu peito.
    Quanto mais deres, mais ele crescerá.
    Beijo da Nina

    ResponderExcluir
  10. Lucinha,
    Que lindo post vc fez. Essa canção do Pe. Fábio eu não conhecia. Linda mesmo. Essa pergunta que vc faz a Deus eu também O questiono todos os dias. Tanto amor em mim e para quem dá???? Um dia virá, tenho certeza, para nós.
    Beijos com muito amor
    Adriana

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lucinha...

    O importante é que o amor predomine em sua vida... O toque, o calor humano e o olho no olho não temos como substituir.
    Deve ser muito difícil mesmo estar longe de todos...

    Que fique em paz e com Deus...
    Acho que Ele vai lhe mostrar um caminho pra que vc possa estravasar todo esse sentimento lindo.

    Beijosssss

    ResponderExcluir
  12. oi lucinha
    querida espero que você possa encontrar a quem ofertar esse tesouro que tens no peito.
    você tem razão, aqui as pessoas são diferentes,expressam os sentimentos de um jeito diferente, eu também fiz amizades aqui, mas considero amizades superficiais, é um outro tipo de amizade,
    aqui para conquistar um amigo se leva anos.
    mas acho que é a cultura deles,
    a maioria das pessoas não foram educadas para mostrar os sentimento,alias mostrar sentimento é considerado de pessoas fracas.um exemplo é ver mães que tiveram os filhos assassinadas,e falam sem botar uma lagrima,e depois o apresentador diz,
    essa mãe tem uma dor composta,dignitosas,eu digo mas como fazem,a poucas horas de uma tragedia não chorar e não se desesperar???
    mas é uma questão de cultura, eu estou ensinando meu filho que demostrar os sentimentos não é fraqueza,e sim humanidade.

    baci

    ResponderExcluir
  13. O mundo está aí para ser amado !!As pessoas estão no mundo para serem amadas. Nada nesta vida está isenta deste sentimento. È só espalhar !!! Felidades !! Ah !! Principalmente, não esqueça de si mesma ! Bjis

    ResponderExcluir
  14. Oi querida
    Percebo bem em voce , este amor que te enche o coração, mas o que acho importante e bonito, é esta intimidade que voce tem com Deus,tenha certeza que Ele te ouve e vai te usar , e voce vai poder doar um pouco deste amor a alguem que nescessita.
    bjs
    Tina (MEU CANTINHO NA ROÇA)

    ResponderExcluir
  15. Lucinha querida,compreendo o que você deve estar sentindo,já passei por isso também quando estava longe de minha família(meu pai,minha mãe e dois irmãos)e passava o Natal com meu marido,meus filhos,mas na casa de meu sogro.A família de meu marido era enorme,eu me sentia uma estranha no ninho e meu coração ficava oprimido,doído e sem poder chorar,afinal estavam todos felizes...
    Mas,minha querida,Deus se compadece de quem tem tanto amor no coração e vai colocar uma pessoa em seu caminho,pode ter certeza.Confie e ore,tudo tem o seu tempo certo.
    Bjssssss e um colinho prá você,minha linda.
    Te gosto.Muito!!!!!
    Leninha

    ResponderExcluir
  16. Minha flor
    Ai de mim se não fosse o Amor de Deus por mim e pelos que amo!!!
    Linda postagem!!!
    Há amor em mim
    Há amor em ti
    Há amor em nós
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
  17. Oi, Lucinha!

    Momento muito feliz para eu entrar aqui e ler seu post com tanto carinho.

    Beijos e boa noite!

    ResponderExcluir
  18. Eu não tenho nem palavras pra expressar o quanto amei seu relato, o quanto ele mexeu comigo!
    Aliás todos os textos que li até agora mexeram demais comigo. Estou muito emotiva.
    Não se pergunte a quem dar esse amor, simplesmente dê. Se dê. Continue essa mulher maravilhosa forte e guerreira que conheci a tão pouco tempo, mas que admiro pela capacidade de entrega, de renúncias, que vive intensamente, que ama intensamente.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  19. Oi amada, vim retribui a visita e que grata surpresa ao conhecer seu blog! Lindo, cheio de amor mesmo... não só nas palavras suas. Flor, esse amor que vc sente, que vc sente necessidade de mostrar, não precisa ficar guardado ai no seu peito... demonstre ele onde vc for, pra quem vc encontrar pela frente, seja num sorriso, seja num gesto gentil...

    ResponderExcluir
  20. Lucinha,volto aqui pra dizer que ainda bem, voltei a ser a chica,rsrs....

    Estou mais calma, estamos mais calmos aqui em casa. Claro, tristes, mas vamos enfrentar TUDO, com a garra que temos e não vamos deixar cair a peteca...

    Fiz as pazes com ELE e me sinto melhor. Um lindo dia, obrigado por tudo,chica

    ResponderExcluir
  21. Olá Lucinha,

    DEUS não vai tirar este amor que há em ti, ELE vai te orientar como distribuí-lo. Perceba os sinais.

    beijos.

    ResponderExcluir
  22. Seu texto reflete um sentimento que todos nós carregamos.
    Vc escolheu bem as palavras, emocionante.
    Aproveito pra dizer que seu blog é fantástico, com lindas fotos.
    Bjs♥

    ResponderExcluir
  23. Oi Lucinha, é a Vi, precisamos ser pacientes, afinal Deus tem o tempo Dele, e para tudo tem um proposito.
    No tempo certo terás a resposta para o seu amor.
    Beijos,Vi

    ResponderExcluir
  24. Querida Amiga
    Abraço amigo de muito boa tarde!
    Hoje vim falar um pouquinho desta palavrinha magica que e a amizade.
    Pois;
    Amizade é um laço fraterno que vai se conquistando pouco a pouco.
    Amizade é um elo de Amor que vai se fortalecendo dia apôs dia.
    Amizade requer uma sabedoria toda própria, para que ela cresça e amadureça.
    Amizade é um sentimento de Amor que é perseverante nela mesma.
    O que seria de nós sem este elo de Amor!
    A amizade
    Abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  25. Todos temos esse amor, e se a solidão as vezes nos faz pensar que não temos a quem amar porque não estão pertos, podemos enviar esse amor de longe por canais positivos de ligação alma alma, afinal de contas somos unidos pelo poder do universo que está em cada um, nossas almas nunca se separam. bjsss

    ResponderExcluir
  26. Lucinha, eu te compreendo muito bem. Também sou assim, de toques e palavras, tenho sempre que está me expressando. Isso é bom!
    Eu tenho certeza que Deus colocará alguém em seu caminho, aí na NZ ou em outro lugar qualquer, para que você possa entregar esse grande amor que emana do seu ser. Tenha paciência, seus amigos neozelandeses (acho que é assim que se escreve) vão acabar aceitando e demonstrando amor.
    Quanto ao sachê fique a vontade para postar. Vou reservar um aqui para você. Beijos.

    ResponderExcluir
  27. Lucinha, escrevi tanto que me esqueci de responder sobre o caixote de feira. Aqui tem Ceasa e os caixotes são fáceis de se adquirir. O que você viu na foto será transformado em uma mesa de cabeceira para o Roney. Beijos.

    ResponderExcluir
  28. Oi Lucinha imagino o quanto deve ser estranho um país diferente, cultura tão diferente e modo tão diverso de demonstrar sentimentos.
    Mas tente acalmar seu coração, o amor que há dentro dele com certeza é tão imenso que em breve há de contagiar esse povo por ai, e quem sabe será o amor que há em ti que levará para algumas pessoas a maneira de amar tão doce que temos por aqui.
    Agradeço tua visita teu carinho.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  29. Ah, mas que droga! Por que não descobri esse blog antes???? Também adorei seu jeito de escrever. Ele é bem leve e super envolvente! hahahaha

    Amei mesmo! De coração!!

    Ah, que bom que você gostou do meu texto ^^ Achei que pouquíssimas pessoas iriam gostar dele, por ser um texto-homenagem muito extensa! hahaha

    Eu também sou muito sentimentalista! Não perco oportunidades de demonstrar meu sentimento pelas pessoas que amo/gosto/admiro. Aqui em casa, quando meus pais ainda eram casados, a gente sempre demonstrava os sentimentos. Com a minha mãe até hoje é assim. só com meu pai que a relação anda um pouco complicada, mas vai melhorar, pois a paz sempre vence! rs

    Quanto ao seu comentário maravilhoso no meu blog: Eu sou extremamente sincero ao escrever, pois a sinceridade é o valor que mais prezo! rs

    Beijão do Viny! <3 - http://imthisway.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Linda sua participação!
    E gostei muito do seu blog,já estou seguindo!

    Bjo BJO

    http://eutenhopressaemuitacoisameinteressa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  31. Lu...bom dia...amore fiz um meme indiquei seu blog dê uma passadinha lá depois e se vc poder, responder, serei grata....bjs bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  32. Lucinha tudo bem docinho..?? Dá para perceber que você é uma pessoa muito amorosa e ter muito amor para dar as vezes é bom e as vezes nos traz vazio não é???..No seu caso amiga você é feliz ai no pais que escolheu para viver,mas senti falta dos seus entes queridos.Noa os latino somos mesmo muito amorosos,adoramos beijos e tudo mais..E acredito que ai o povo seja mais frio...amiga sente falta de um amor?.desculpe a intimidade da pergunta...
    muitos beijos..tem bolo no blog hoje sabia::
    ?
    beijos
    titi

    ResponderExcluir
  33. Lucinha,
    Louvado seja Deus por este amor inundando o seu coração, este é um privilégio para quem quer, e você quer este amor transbordando, e sabe muito bem para quem dar. Deus te criou assim porque tem planos na sua
    vida, porque será que Ele permitiu estar nesse país? Já se perguntou? Ele sabe porque.
    Querida se sinta abraçada por mim, um abraço muito forte e cheio de amor para te dar e receber.
    Também sou assim, sinto necessidade de demonstrar este amor dentro de mim.
    Também participei da blogagem coletiva da Elaine, achei o tema maravilhoso.
    Querida que Deus sempre te encha deste amor Dele, para que você sinta mesmo vontade de doá-lo, e que todos sintam este Amor de Deus através de você.
    Márcia

    ResponderExcluir
  34. Oi Lucinha!
    Muito bom falar de amor né? Vim conhecer seu cantinho motivada pela blogagem coletiva. Também estou participando.Vi, gostei e já fiquei por aqui! Se puder me faça uma visitinha, ficarei feliz em vê-la por lá.
    bjus
    http://casadaanajardim.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  35. Lucinnha,
    Obrigada pelas palavras em meu relato.
    Essa musica do Padre Fábio me fez chorar agora, lendo seu post. Você com tanto amor ai dentro do peito e tão longe do nosso calor latino.
    É uma pena que muitas vezes deixamos de dizer eu te amo, com abraço e beijos quando temos a oportunidade.
    Um abraço bem grande e gostoso em você.
    Beijos
    Lena

    ResponderExcluir
  36. Lucinha

    Tem momentos em minha vida que sinto essa dor no peito de tanto amor que tenho , mas sinto que não sou compreenida. E o pior que os meus não estão distantes assim, mas o pouco que estão já me faz sentir esse vazio e dar de chorar.

    Linda a tua participação e como me tocou. Tento imaginar o que estaás passando tão distante dos teus, mas Deus está presente para acolher esse amor todo.

    Obrigado pela visita e as palavras cheias de amor que deixastes no meu cantinhos.

    A Elaine fez um bem a todos nós promovendo essa Coletiva nos unindo no amor.

    Beijos no seu coração

    ResponderExcluir
  37. Minha Lucinha!!!
    Essas lágrimas foram de amor, por sentir o amor...Precisamos sim de nos entregar plenamente na hora certa, não que esteja invisível, mas acredito no acaso..Esse amor que está em vc, pela família, pela natureza, pelos amigos virtuais é lindo demais...Deus é amor e Ele sempre sabe a hora perfeita...
    Beijo no caração.
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  38. Para quem é acostumado a demonstrar o amor, sentir sem dizer, sem demonstrar, parece frieza. Como vc disse tem que haver o calor humano.
    Obrigada por sua visita no post da blogagem. Na verdade sempre amei o meu filho, mas acho que antes não sabia...

    ResponderExcluir
  39. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Visualizações

Arquivo

Categorias